TEM NEWS

#18 Sobratema Summit: Locação equipamentos busca caminhos para fortalecer mercado

Sobratema Summit
Setor de locação de equipamentos para construção debate futuro do mercado no Congresso da Analoc no Sobratema Summit – Foto: Romero Cruz

Semana das Tecnologias Integradas conta com o Programa VivaCidade, que está ressaltando a possibilidade de ter vias urbanas acessíveis, sustentáveis e inclusivas. Evento termina nesta sexta-feira (9), em São Paulo

Afetado pela crise econômica que atinge o país, o setor de locação de equipamentos para construção vive momentos desafiadores. A retração dos investimentos em infraestrutura e a ausência de grandes obras resultaram em uma queda na demanda. Mas os sinais de recuperação dão um alento para o segmento. 

Durante debate no 5º Congresso Nacional: Valorização do Rental, realizado no Sobratema Summit, durante a Semana das Tecnologias Integradas para Construção, Meio Ambiente e Equipamentos, que termina nesta sexta-feira (9) em são Paulo, o diretor da Spirale Consult, Paulo Esteves, afirma que existe oportunidades na crise. Envolvido em projetos de desenvolvimento de mercado, reestruturação de empresas, startups e consolidação de mercado, Esteves acredita que esse é o momento das empresas se adequarem aos níveis de utilização abaixo de 70%, de diversificar seu portfólio, vencer dificuldades logísticas e se ajustarem ao mercado. “Ao sair da crise, as empresas brasileiras irão demandar mais por locação de máquinas pois sairão menores do que entrarem e com suas frotas defasadas”, acredita. 

O evento, realizado pela Analoc (Associação Brasileira dos Sindicatos e Associações Representantes dos Locadores de Máquinas, Equipamentos e Ferramentas), busca novos caminhos para fortalecimento do mercado de locação. “O setor teve um crescimento sem precedentes entre 2008 e 2014 com a alta da demanda devido às obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), dos investimentos em óleo e gás, da Copa da Fifa, das Olimpíadas e dos projetos de mobilidade urbana”, lembra Esteves. 

Mas a situação sofreu um revés nos últimos dois anos e enfrentam problemas operacionais, com poucas perspectivas de aumento de demanda a curto prazo devido às incertezas econômicas e políticas. “Existe outro fator que é o mercado hoje ter obras de pequeno porte, de reformas, com os investimentos grandes sendo adiados. Isso mudou o perfil da demanda que pede máquinas menores, enquanto as locadoras detêm frotas de máquinas grandes”, explica Esteves. 

Para Marco Aurélio, vice-presidente da Analoc, o quadro atual exige mudanças na gestão das empresas, com busca de novos mercados, e da aproximação dos concorrentes para a troca de informações, compartilhamento de estoques e otimização de custos no setor. “No momento de crise, a união é o que importa”, disse durante palestra. “É preciso também ter em mente que as empresas estão trabalhando com rentabilidade negativa e lutam para conseguir lucratividade. ” Para Aurélio é o momento de passar pente fino nos negócios e identificar onde é possível cortar para reduzir os custos. “Fazer um plano de contingência que assegure a lucratividade e possibilite ter rentabilidade ao longo tempo”. 

Já o presidente da Sobratema, Afonso Mamede, se mostrou um pouco mais otimista. Na sua opinião, o país está em uma situação melhor que há um ano, embora ainda longe do ideal. “No ano passado, vivíamos uma esculhambação econômica e turbulências políticas. Hoje, as turbulências políticas continuam, mas vimos mudanças importantes na economia. “Temos um longo caminho de recuperação, mas já é possível perceber que ela virá, mas para isso, temos que buscar a união e o fortalecimento do setor”. 

A Semana das Tecnologias Integradas acontece no São Paulo Expo e conta com os principais eventos dos setores da construção, do meio ambiente e de equipamentos: BW Expo 2017 – Feira de Serviços e Tecnologias para Gestão Sustentável de Água, Resíduos, Ar e Energia, Construction Expo 2017 – Feira de Edificações e Obras de Infraestrutura – Serviços, Materiais e Equipamentos, M&T Peças e Serviços 2017 – Feira e Congresso de Tecnologia e Gestão de Equipamentos para Construção e Mineração. 

_________________________________________________________________________

Sustentabilidade chega à concessão de créditos 

A sustentabilidade em obras é uma exigência cada vez maior a cada dia que passa. E a próprias instituições financeiras já colocam a questão como fundamental para a liberação de financiamentos. Tanto que o Banco Mundial (BID) mantém em sua unidade de concessão de créditos – o IFC (International Finance Corporation) – a especialista em meio ambiente Cristina Catunda, para análises com foco na sustentabilidade. 

Em palestra durante o seminário “Obras de Infraestrutura Sustentável: Perspectivas e Oportunidade de Negócios”, no Sobratema Summit 2017, durante a Semana das Tecnologias Integradas para Construção, Meio Ambiente e Equipamentos, que termina nessa sexta-feira (9) no São Paulo Expo, Cristina lembrou que hoje é preciso que o mercado se adapte às exigências socioambientais para se candidatar a financiamentos. “Nossa função é prevenir ou mitigar riscos, impactos negativos ou danos ambientais. Nos casos em que isso é irreversível, definimos compensações”, diz. 

Já Beatriz Codas, diretora da Geasanevita, empresa de projetos em saneamento sustentável e infraestrutura verde, disse que existem oportunidades para investidores na busca pelo uso racional e reuso de água. “É preciso termos equipamentos urbanos adequados, que façam captação e tratamento de água e esgoto de forma a garantir a utilização racional e a eficiência na distribuição”.

_________________________________________________________________________

Geossintéticos podem contribuir com a pavimentação no país 

Atualmente, 87% das rodovias do Brasil não possuem pavimentação. O uso de geotêxtil, como poliéster e outros materiais geossintéticos ajudam a avançar nessa questão, uma vez que esses materiais possuem uma maior durabilidade e são mais baratos comparados utilização de outras alternativas. 

Para um uso efetivo desses materiais, é preciso um estudo do solo, controle de qualidade de materiais, projetos bem desenvolvidos, entre outras questões. Porém, mesmo com esses pontos a serem revistos, a estimativa é positiva. A previsão para o crescimento mundial no mercado de geossintético até 2020 é de um volume de vendas de até 7,3 bilhões de metros quadrados. Mas os resultados no momento são bem satisfatórios, já que o mercado de mineração, por exemplo, consome hoje 40% da demanda dos materiais geossintéticos produzidos. 

Essas são as conclusões do seminário Materias Geossintéticos, que aconteceu nesta quinta-feira, 08, no Sobratema Summit 2017, durante a Semana das Tecnologias Integradas para Construção, Meio Ambiente e Equipamentos.

_________________________________________________________________________

Sondagem divulgada na Semana das Tecnologias Integradas mostra que 69,4% das calçadas brasileiras são irregulares 

Uma sondagem feita pela ONG Corrida Amiga e divulgada nesta quinta-feira (8), no programa Vivacidade, durante a Semana das Tecnologias Integradas para Construção, Meio Ambiente e Equipamentos, que termina nesta sexta-feira (9), no São Paulo Expo, concluiu que 69,4% das calçadas brasileiras são irregulares. A sondagem foi feita com base em diversas campanhas promovidas pela ONG em diversas cidades do país e envolveu a avaliação de 1.642 pontos de calçadas em todo o país, que foram “fiscalizados” por cidadãos por meio de fotos enviadas e postadas em mídias sociais. 

Além de irregularidades nos pisos, o levantamento apontou que, em 12,2% dos pontos avaliados, havia falta de acessibilidade; e em 5,5% dos casos simplesmente a calçada não existia. Foi detectado ainda buracos, entulhos, estacionamentos irregulares sobre as calçadas, além da colocação de mesas e cadeiras de estabelecimentos comerciais. “A ideia surgiu de uma brincadeira que fizemos, mas houve uma adesão voluntária tão grande nas redes sociais que decidimos formatar a sondagem”, explica Silvia Stuchi, coordenadora da ONG Corrida Amiga. 

Semana das Tecnologias Integradas para Construção, Meio Ambiente e Equipamentos

Eventos: BW Expo, Construction Expo, M&T Peças e Serviços e Sobratema Summit

Data: 7 a 9 de junho de 2017

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5

Horário: das 9h às 18h

http://www.sobratema.org.br

 

Fonte: Mecânica de Comunicação – Sylvia Mie

 

Quer se manter informado sobre outros projetos, tecnologias e eventos para construção sustentável? Assine o nosso boletim informativo!

Verificar também

ibape

Ibape/SP abre inscrições para cursos de outubro com foco em perícias

Valoração ambiental, perícias judiciais e acessibilidade estão na grade dos cursos de outubro. As inscrições …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *