sexta-feira , 19 janeiro 2018
TEM NEWS

Banheiro químico promove obra limpa e com economia

Banheiro
Pixabay

O que você busca é uma construção que, além de sustentável, ganhe em tempo, higiene e reserva de recursos financeiros? Considere adotar banheiro químico!

Ação cada vez mais levada em conta por arquitetos, engenheiros e construtoras para a execução dos trabalhos nos canteiros de obra, inclusive com foco em sustentabilidade, o aluguel de equipamentos garante economia e vantagens consideráveis. E de todos os maquinários e sistemas hoje disponíveis para locação, o banheiro químico merece destaque por unir em uma mesma técnica soluções mais organizadas, práticas e eficientes para projetos de diferentes portes.

 

Banheiro
Banheiro químico, modelo Luxo, da Action Shop – Divulgação

 

Leve, portátil e funcional, um banheiro químico tem na fácil mobilidade e destinação dos resíduos seus principais ganhos. Ainda, adéqua-se a obras de diferentes tipos, especialmente às voltadas à infraestrutura urbana, como metrôs, estádios e rodovias, além de portos e refinarias. A versatilidade é outro de seus benefícios, visto que os modelos variam de simples, apenas com vaso sanitário e mictório, a completos, com pia, chuveiro, suporte para toalha, design para portadores de necessidades especiais e até descarga ativada com o pé.

Na opinião de Liliane Prohmann, coordenadora de comunicação da Action Shop, empresa carioca que trabalha com a limpeza e locação de banheiros químicos, é possível valer-se com o uso do sistema tanto na esfera pública, quanto privada. “A utilização do banheiro portátil em obras e indústrias facilita a dinâmica dos canteiros, oferece conforto aos funcionários, praticidade, higiene e garantia de tratamento do esgoto, uma vez que a legislação obriga a emissão de manifesto de resíduos, informando a destinação daquele efluente”, explica.

 

O perfil sustentável dos banheiros químicos

Banheiro
Modelo especial da ActionShop

 

Além de evitar a poluição dos canteiros de obra com dejetos humanos, a adoção de sanitários químicos pela construção civil substitui a edificação de banheiros convencionais ou o aluguel de containers, práticas que aumentam custos e exigem operosos deslocamentos. Liliane ainda lembra que é muito comum a movimentação de banheiros durante a obra. “Quando um trecho é finalizado, o sanitário avança. Por isso, sua construção nada tem de sustentável, já que não contribui econômica, nem ambientalmente com o projeto”.

Luiz Alberto Jardim, diretor da empresa BrasilBan, que também trabalha com o aluguel de banheiros químicos e sanitarização portátil em geral, complementa: “Quando não há rede de esgoto na obra, o banheiro químico é a única solução, pois tudo o que é recolhido de detrito dos sanitários é descartado por uma empresa especializada, que faz o tratamento adequado para poder devolver o esgoto aos rios”.

 

Banheiro
Modelo Stander, da BrasilBan, com caixa de detrito de 250 litros, acento vazado e tampa porta-papel higiênico

 

A sustentabilidade do banheiro químico em relação ao recolhimento e higienização do esgoto ainda se dá por meio do acesso simplificado de caminhões aos canteiros. Daí, segundo os profissionais, este tipo de sanitário também ser conhecimento por banheiro ecológico, pois exclui a necessidade de conexão com redes de água e esgoto, desafogando as estações públicas. Sua manutenção é igualmente simples: a estrutura em polietileno facilita a limpeza e, em caso de quebra, realiza-se o concerto in loco ou simplesmente substituiu-se por outro.

 

O que saber na hora de empregá-los em uma obra

Banheiro
Banheiros químicos garantem simplicidade, higiene e economia aos canteiros de obra – Action Shop

 

Sendo o banheiro químico um excelente meio de conservação ambiental, melhor gestão de recursos naturais e, sobretudo, um meio facilitado de higiene aos operários, a obediência a determinadas normas se faz essencial. Uma delas é a NR-18, do Ministério do Trabalho, que regulamenta as condições e o meio ambiente de trabalho na indústria da construção. A lei não só determina o número de “uma instalação sanitária para cada grupo de 20 trabalhadores”, como prevê regras específicas para os lavatórios, vasos sanitários, mictórios e chuveiros.

Clique na imagem para ampliar

Também é importante lembrar que é da construtora a responsabilidade pela conservação dos sanitários químicos presentes na obra, enquanto o dimensionamento e atendimentos às leis ficam a cargo dos fornecedores.

 

Banheiro
Higienização feita em banheiro químico da Action Shop, após instalado – Divulgação

 

Assim ocorreu, por exemplo, em grandes obras nas quais atuaram as empresas aqui citadas. A Action Shop forneceu os banheiros químicos do Comitê Rio 2016, atendendo a todas as áreas olímpicas antes, durante e após os jogos. Já a BrasilBan é responsável pelos sanitários portáteis das obras da linha lilás do metrô de São Paulo.

 

Com o patrocínio de:

 

 

 

Quer se manter informado sobre outros projetos, tecnologias e eventos para construção sustentável? Assine o nosso boletim informativo!

Verificar também

Revestimento

Revestimento de caminhões é a aposta da Julio & Julio para reduzir seus custos operacionais

O revestimento de caminhões da Metso foi escolhido pelo Grupo Julio & Julio para melhorar …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *