TEM NEWS

Britadores de RCD, opções ideais à construção sustentável

Britadores
Britador em operação – Foto: Metso

Encontrados em modelos modernos e potentes, atuais britadores de RCD otimizam obras, além de contribuírem com a sustentabilidade e inspirar iniciativas

A reciclagem de resíduos da construção e demolição (RCD) é hoje uma das práticas sustentáveis do setor que mais enfrentam desafios. Para superá-los, os agentes da área precisam dispor de itens essenciais durante os processos, como mão de obra qualificada, uma logística organizada e maquinários seguros e eficientes. É nesse sentido que os chamados britadores de RCD assumem um papel indispensável, podendo ser nossos grandes aliados.

Também conhecidos por trituradores ou pulverizadores, esses equipamentos funcionam de forma a reduzir o material a tamanhos possíveis para o uso em obras novas e, inclusive, no próprio canteiro. Em geral, o sistema de britadores móveis é formado por uma moega de recepção dos resíduos, um britador para redução do tamanho das pedras e, opcionalmente, uma peneira de separação dos materiais britados e calibrados para uso no mercado.

Alfredo Reggio, chefe de Vendas e Aplicação de Equipamentos – Divisão Agregados da Metso, empresa referência na fabricação de insumos para britagem, explica que no mercado existem dois principais tipos de britadores. “Os modelos de compressão são denominados britadores de mandíbulas, enquanto os impactores, como o próprio nome sugere, funcionam por impacto. Ambos são igualmente utilizados no mundo todo, na mesma escala”, observa.

 

Britadores
Britagem da Metso – Divulgação

 

Os britadores de RCD e a sustentabilidade

Fazer uso de um britador de forma a gerar um valor sustentável às obras exige ações cuidadosas e bem planejadas. Para Reggio, “é essencial processar e/ou reduzir o tamanho do RCD já na fonte de geração, evitando a contaminação de outros materiais residuais, seja por questões ambientais ou econômicas”. Por exemplo: um resíduo cinza – proveniente de materiais à base de concreto – que se pretende transformar em um produto nobre de reúso não pode ser contaminado por outros materiais, principalmente os argilosos.

 

Inspiração – Empresas ou construtoras que implementam o processo de logística reversa de RCD, garantindo sustentabilidade às suas ações e aos materiais aplicados em obra, são alguns dos usuários que mais se beneficiam dos britadores. A Duratex é uma delas; criou um programa exclusivo de reciclagem de peças sanitárias, que se transformam em matéria-prima utilizada para confecção de novos produtos, sem alteração alguma de suas características.

 

Britadores
Roberto Arruda Mortara, da Duratex

“A ideia surgiu a partir da necessidade de darmos um destino certo às peças que apresentavam imperfeições e eram reprovadas pelos critérios de qualidade da companhia”, conta Roberto Arruda Mortara, gerente de Engenharia e Tecnologia de Louças da marca. Assim, a solução criada passou a permitir a reinserção do RCD no próprio processo de produção, evitando descartes irregulares e garantindo a redução de custos com a compra de novos insumos.

 

Britadores
Processo de britagem das louças Duratex. A empresa chega a economizar o mesmo valor, por ano, com o reaproveitamento de resíduos – Divulgação

 

O sistema criado pela Duratex conta com um rompedor primário por gravidade, que é composto de elevador e torre com barras de impacto. “O caco do rompedor alimenta um britador de martelo que transforma o caco em um particulado com espessura menor que 10mm. O britador tem 75 CV de potência, pesa em torno de 2,5 kg, mede aproximadamente 1 metro e tritura até 10 toneladas de caco por hora”, descreve Mortara.

 

Britadores
Os britadores foram instalados em quatro das cinco unidades da Deca – Divulgação

 

Condutas e modelos seguros

Com vistas à qualidade e segurança da britagem e reciclagem de resíduos, Alfredo Reggio lembra que os britadores podem ser usados em todos os tipos de obra que tenham demolição ou recuperação de estruturas. No entanto, a Lei obriga que sejam respeitadas as normas regulamentadoras NBR 15.115 e NBR 15.116, além das normativas previstas pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

 

Linha Lokotrack

Britadores

A linha Lokotrack de britadores Metso é uma das alternativas de mercado ideais para os que buscam realizar a britagem de entulhos. Reggio explica que, a cada 100 ton/h de RCD que entram nos britadores da marca, saem 100 t/h de produtos, todos divididos em tamanhos. “São de 20mm a 32mm de britas do tipo 2, de 10mm a 20mm de britas do tipo 1, 10mm de pedriscos e até 5mm de areia. As perdas são mínimas no processamento se mantido os controles ambientais adequados exigidos pelos órgãos brasileiros competentes”, destaca o diretor. Os equipamentos ainda contam com tecnologia que reduz pó e ruído e motores a diesel de baixa emissão.

 

 

Quer se manter informado sobre outros projetos, tecnologias e eventos para construção sustentável? Assine o nosso boletim informativo!

Verificar também

Postes solares

Postes solares fornecem luz com sustentabilidade a projetos urbanos

Vias públicas brasileiras tornam-se sustentáveis graças ao emprego de postes solares. Conheça-as e entenda como …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *