TEM NEWS

Com fachada Art Déco, Gloria 122 leva o Master Imobiliário, na categoria retrofit

Fachada
Fachada do Gloria 122 – Divulgação

Empreendimento corporativo une preservação da fachada histórica a modernos recursos que garantem sustentabilidade

A inovação foi mais uma vez o motivo que levou a RFM Construtora a vencer o 23º Prêmio Master Imobiliário, na categoria retrofit. A tecnologia foi imprescindível para garantir a preservação da fachada história e do conceito sustentável no empreendimento Glória 122, no Rio de Janeiro.

 

Fachada
Hall Art Déco

 

O retrofit, realizado no antigo residencial, no número 122 da rua Da Glória, preservou uma fachada de 70 anos e estendeu ao hall o estilo Art Déco em que o empreendimento foi projetado.

 

Fachada
Dener Brito, da RFM Construtora, com o troféu Master Imobiliário

“O maior obstáculo de um projeto como esse é encontrar soluções tecnológicas e sustentáveis, mudando a destinação do complexo, de forma que seja mantido e restaurado o que se quer preservar. No caso do Glória 122, demolimos os prédios que existiam atrás da fachada e construímos um complexo de uso corporativo, ” conta o diretor de operações da RFM, Dener Brito.

Para que toda essa operação fosse realizada foi feito um corte, separando os três prédios residenciais que existiam atrás da fachada, que é em formato de “L.” Uma estrutura metálica robusta foi cuidadosamente projetada, a ponto de garantir que os impactos da demolição e a vibração da obra não afetassem o que tinha que ser preservado, e também que o novo prédio fosse incorporado à fachada.

 

Clique na imagem para ampliar

A localização do edifício, que fica de frente para a Marina da Glória, também foi uma preocupação quanto ao estado de conservação da parte frontal. 

 

Fachada
Vista para a Marina da Gloria

 

“Foi feito um estudo minucioso para preservar a parte histórica. Realizamos uma prospecção artesanal em que os trabalhadores, com muito cuidado, iam batendo um martelinho em toda a fachada para descobrir pontos em que a massa estava oca e poderia se descolar do substrato no futuro. Cerca de 20% da área de fachada foram refeitos, respeitando o estilo da obra, ” destaca Brito.

Outra medida adotada para manter o visual da fachada foi o recuo dos três andares que ultrapassam a frente do prédio. Quem olha o edifício de baixo para cima, ou nas proximidades, não vê a moderna construção detrás, que contrasta com a frente Art Déco.

Parte do empreendimento, construído sobre rochas, foi outro desafio da RFM nesse retrofit. “A inovação, que é o fator de destaque nas obras da RFM, e que fez com que fôssemos vencedores de outras sete edições do Master Imobiliário, novamente foi imprescindível para equilibrarmos os custos em uma obra de alta complexidade, ” explica Brito.

 

Fachada
Detalhe da maquete do projeto, revelando o que foi construído por traz da fachada

 

O novo, com a fachada preservada

A parte construída, além de mudar a destinação do local, que passou a ser de uso corporativo, também contou com a tecnologia para dar modernidade a esta área do empreendimento.

A cafeteria, construída sobre uma rocha, tem acesso pelo sétimo andar, a partir de uma passarela metálica. Uma parte da cobertura desse anexo foi feita em vidro, a outra é um jardim, projetado pelo arquiteto e paisagista Roberto Burle Marx, que garante isolamento térmico e proporciona uma visão agradável para os usuários dos escritórios. 

 

Fachada
Área interna do Gloria 122, revelando detalhes da Cafeteria

 

Vários itens tecnológicos contribuíram para que o projeto recebesse o selo Silver da Certificação Leed. O consumo de energia explora a luz natural; os tanques de captação da água da chuva foram usados durante a obra e permaneceram, para a utilização do complexo. O sistema de ar condicionado VRF (fluxo de refrigeração variável) permite o uso individualizado e os modernos elevadores propiciam a economia de energia.

 

Clique na imagem para ampliar

A funcionalidade, automação predial e um sofisticado sistema de segurança foram priorizados no empreendimento.

 

Fachada
Área interna – pavimento tipo

 

Um projeto retrofit vai além da construção. Ele traz melhorias para o entorno. O Glória 122 deixa como legado a restauração total do Chafariz da Glória, inaugurado em 1772, que fica aberto à visitação pública, além da sinalização de pontos de ônibus, táxi e travessia de pedestres e a instalação de um paraciclo, dando a dimensão do comprometimento do projeto.

 

Fonte: Assessoria de imprensa / Andrea Ramos Bueno

 

Fique informado sobre as novidades aqui do portal. Assine.


Verificar também

Sanitários

Sanitários para canteiro: dicas para uma implantação sustentável

Especialistas no assunto explicam como o uso e instalação de diferentes tipos de sanitários podem …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *