TEM NEWS

Policarbonato – leve, inquebrável, bonito e sustentável

policarbonato
Policarbonato da Palram – Divulgação

As diversas possibilidades e vantagens do policarbonato consolidaram o material no mercado  

Transparente, inquebrável e de alta resistência, o policarbonato é um termoplástico, ou seja, um tipo de material que amolece ao ser aquecido e endurece quando resfriado, muito utilizado na construção civil devido às suas características e benefícios na instalação.

250 vezes mais resistente que vidro e trinta vezes mais resistente que o acrílico, o policarbonato é auto extinguível (não propaga chama) e os gases são atóxicos, não sofre degradação com raios solares, além de apresentar ótima transmissão de luz. Por essas propriedades, o material é ideal para áreas externas e coberturas que exijam luz natural, sendo também muito utilizado em decoração pois sua maleabilidade permite que tome diversas formas.

 

policarbonato
Gabriel Priven, da Palram

“É um material feito para deixar passar a luz e é absolutamente inquebrável. Ele apresenta o grau de transparência de acordo com a necessidade do uso, por exemplo, pode ser o cristal – que dá 90% de transparência, a mesma que o vidro -, ou pode ter uma luz mais difusa, colocar um pigmento colorido para criar diferentes efeitos”, afirma o gerente comercial da América do Sul da Palram Industries, Gabriel Priven.

Existem no mercado diferentes modelos de chapas de policarbonato, que podem ser utilizadas em projetos de qualquer escala: compactas, muito semelhante a um vidro temperado; alveolares, placas lisas com cavidades internas de ar (alvéolos); telhas, podendo ser ondulada, greca, ômega e trapezoidal; e outras. “A chapa compacta e as telhas têm um desempenho térmico semelhante ao do vidro, porém com desempenho acústico melhor, é um material utilizado para fazer isolamento acústico, ele reflete o ruído. Já os alveolares têm desempenho térmico muito bom, sua camada de ar ajuda a isolar termicamente”, detalha Priven.

 

policarbonato
Nesse empreendimento nos Estados Unidos o policarbonato foi empregado na fachada – Divulgação Palram

 

Outra vantagem do produto é sua leveza. Quando comparado com um vidro o material possui menos da metade do peso – se for do tipo alveolar, é ainda mais leve. “Isso torna o manuseio mais fácil e ágil. “Temos sistemas arquitetônicos de policarbonato que são muito rápidos para instalar, por exemplo, em um sistema para cobertura com uma equipe de três pessoas é possível instalar 300 metros quadrados de cobertura por dia. Existem sistemas que permitem uma pré-montagem no chão, permitindo que tenha menos trabalho em altura – o que implica em mais segurança, pois não tem perigo do material quebrar, cortar”, conta.

 

Clique na imagem para ampliar

Produto sustentável, segundo a arquitetura moderna

policarbonato
Ronald Werner Fiedler – Foto Ana Ottoni

Na opinião do arquiteto e sócio diretor do escritório paulistano Vigliecca & Associados, Ronald Werner Fiedler, o policarbonato agrega vantagens estruturais para o projeto. “Ele proporciona a concepção de coberturas de extrema leveza estética e também são uma ótima solução para coberturas de grandes vãos, nas quais diminuir o peso próprio é crucial para a redução do peso da estrutura e consequentemente do custo global da cobertura”, explica o arquiteto.

 

Dessa forma, o material é considerado um elemento sustentável, segundo Priven, por três motivos principais:

  • Por possibilitar a passagem de luz, reduzindo a iluminação artificial;
  • Por existir tipos de policarbonato que possuem baixa absorção de calor, diminuindo a temperatura interna das edificações;
  • Por ser um material reciclável.

 

Tais características podem contribuir na obtenção de certificações de arquitetura sustentável, como a LEED, concedida pelo USGBC – U.S. Green Building Council.

Esse foi o caso do primeiro estádio inaugurado para a Copa do Mundo no Brasil, o Arena Castelão, de Fortaleza, Ceará – o primeiro da América do Sul a receber a certificação LEED. Com o projeto de reforma, ampliação e modernização das instalações, desenvolvido pelo escritório Vigliecca & Associados, a cobertura do estádio contou com 6 mil e duzentos metros quadrados de policarbonato na extremidade da parte interna.

 

policarbonato
Na Arena Castelão, o material foi utilizado na extremidade interna da cobertura – Foto de Ricardo Correa

 

“Ele foi escolhido para criar um efeito de degrade da luminosidade do sol sobre a parte interna do estádio. A função principal desse degrade é o de não criar uma sombra ‘dura’ no fim da cobertura, facilitando a adaptação do olho humano, bem como das câmeras de televisão. Além disso, a transparência é de suma importância para a conservação da grama do campo, que deve receber a luz do sol adequadamente”, relata o arquiteto, acrescentando que o material se adequou bem às necessidades de baixo peso na extremidade da cobertura em um local de instalação complexa em altura.

 

policarbonato
Policarbonato na cobertura da Arena Castelão em Fortaleza-CE – Foto de Ricardo Correa

 

O mercado de policarbonato e suas novidades para o Brasil

De acordo com Priven, o mercado do policarbonato no Brasil já atingiu um certo grau de maturidade e está consolidado, pois já está presente no país há mais de 20 anos. “Existem fabricantes no Brasil, mas a produção local não é suficiente para atender ao mercado, é necessário importar entre 50 e 60% do material devido à alta demanda”, afirma o gerente comercial, cuja empresa possui fábricas em Israel, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e China.

 

Clique na imagem para ampliar

“O material que vendemos vem de Israel, que hoje é mais vantajoso por conta de um acordo de livre comércio entre Israel e o Mercosul. Isso possibilita que o produto chegue sem imposto, com preço mais competitivo”, ele esclarece. “O consumo cresce cerca de 4 ou 5 % ao ano, estamos apostando na retomada da economia, apresentando produtos inovadores, alguns sistemas que ainda não são muito conhecidos e são bem atraentes”, conta.

 

Clique na imagem para ampliar

Entre as novidades que Priven menciona que serão introduzidas no país pela empresa, estão os modelos Sunpal, um sistema avançado de painel alveolar de múltiplas paredes que combina design comprovado, transmissão de luz, isolamento térmico e força, e o Sunglaze, um sistema de policarbonato compacto que incorpora perfis e vidraças de vedação própria que permitem amplos períodos e alta capacidade de carga.

 

Fique informado sobre as novidades aqui do portal. Assine.


Verificar também

Adesivo polimérico

Adesivo polimérico confere resistência, economia e praticidade

Fácil de aplicar e mais flexível e barato que argamassas comuns, adesivo polimérico estabelece-se no …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *