sexta-feira , 19 janeiro 2018
TEM NEWS

Primeira planta-piloto heliotérmica brasileira receberá licença ambiental

heliotérmica
MCTI-GIZ

Primeira planta-piloto heliotérmica brasileira receberá licença ambiental

O projeto da planta-piloto heliotérmica do Brasil, localizada na cidade de Petrolina (PE) e a primeira do gênero no país, poderá receber sua licença prévia até o primeiro semestre deste ano com a conclusão do Estudo Técnico Ambiental (ETA), que levanta dados sobre o clima, geologia, população, economia da região e natureza socioambiental. A autorização será o primeiro dos três níveis do licenciamento ambiental pelos quais o projeto passará.

Depois de concluídos os estudos da planta-piloto, que têm sido realizados desde 2013, o prazo para a emissão ou negação da licença prévia é de três meses, podendo se estender por mais um trimestre. Se concedida, os próximos passos são os processos de obtenção das licenças de instalação e de operação, ou seja, os outros dois níveis de licenciamento ambiental para projetos de “médio potencial de impacto”.
Sobre a planta-piloto heliotérmica do Brasil

Desde o início do projeto Helioterm, assim denominado, duas etapas para a implantação da planta-piloto em Petrolina já foram concluídas. A primeira delas foi a instalação de uma estação meteorológica para coleta de dados, que funciona desde junho de 2014 próxima ao terreno onde será construída a planta. Já na segunda etapa, foi firmado contrato com a empresa alemã Enolcon, para assessoria e acompanhamento de todo o processo de instalação da planta.

A proposta da heliotérmica é coordenada pelo Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepel), executor, e pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), empresa parceira do projeto. A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) assume a co-execução, enquanto a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco (Secti) é a instituição interveniente.

O projeto é financiado com recursos provenientes da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCTI), sendo o órgão licenciador responsável a Agência Municipal de Meio Ambiente de Petrolina (AMMA), que foi quem o classificou como sendo de médio potencial de impacto. A partir daí, a entidade determinou que fosse realizado o ETA para obtenção da licença prévia.
O que é energia heliotérmica?

 

heliotérmica
Divulgação

 

A chamada energia heliotérmica, também conhecida como Concentrating Solar Power (CSP), é o processo de uso e acúmulo do calor proveniente dos raios solares. Para que ela ocorra, são usados espelhos para refletir a luz solar e concentrá-la em um único ponto, onde há um receptor. Dessa forma, grande quantidade de calor é acumulada e usada tanto para processos industriais que demandam altas temperaturas, como para gerar eletricidade.

(Com informações do MME e Cepel)

 

 

Quer se manter informado sobre outros projetos, tecnologias e eventos para construção sustentável? Assine o nosso boletim informativo!

Verificar também

DRENAGEM

Qual a drenagem ideal para se ter em casa?

Reutilizar água é uma decisão que se toma desde a concepção do projeto, por isso …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *