TEM NEWS

Produtividade promovida por gruas e minigruas é diferencial dos equipamentos

Produtividade
Divulgação Passini Equipamentos

A produtividade proporcionada pelos equipamentos se deve pela rapidez e maior economia de recursos durante obras

Seja para a construção de arranha-céus, grandes obras ou até em projetos menores a demanda por equipamentos que façam transporte vertical e horizontal para movimentação de cargas é crescente. As gruas e minigruas são equipamentos que promovem desses dois movimentos, permitindo um aumento de produtividade.

Tais equipamentos proporcionam mais produtividade em função da rapidez e segurança durante a execução de uma obra. “As gruas e minigruas são desenvolvidas para transporte exclusivo de cargas, elas são encontradas em obras de que necessitam que os materiais cheguem ao topo da construção de forma rápida e segura”, afirma o diretor técnico da locadora Passini Equipamentos, Paulo Passini.

 

Produtividade
Paulo Passini, da Passini Equipamentos

“Antigamente não se usava esse tipo de equipamento e o transporte vertical era feito de maneira manual ou com recursos não apropriados, com a utilização deles a obra reduz o efetivo empregado e acelera a logística construtiva, garantindo maior produtividade”, completa Passini.

Existem diversos tipos de gruas, que variam de acordo com a carga que o equipamento irá transportar e o método construtivo da obra. Além da capacidade de carga, as gruas se diferenciam em função do tipo de torre, sendo elas: ascensionais, ou seja, instaladas no interior do prédio em construção, e pode passar por orifícios abertos nas lajes ou pelo poço do elevador e acompanhar o avanço vertical do edifício; com torre fixa, devendo ser estaiada ou presa ao corpo do edifício; com torre móvel, deslocando-se por um trilho, que deve ser ancorado no solo; e com torre fixa com lança de giro vertical e horizontal, que pode realizar movimentos verticais com a lança móvel. 

 

Produtividade
Modelo SL-15000, da Passini Equipamentos – Divulgação

 

“Na hora de contratar ou alugar uma grua, é necessário saber a altura da obra, o raio de abrangência que vai precisar e a carga que irá transportar para, então, poder definir o equipamento”, explica Bruno Muzzi, diretor da locadora Construservice. Muzzi lembra ainda que cada obra tem que ter um cálculo diferente e a utilização de uma grua requer um serviço de engenharia por trás.

 

Alta produtividade

Produtividade
O uso de gruas reduz o efetivo empregado e acelera a logística construtiva da obra – Divulgação Construservice

 

Por ser possível fazer variados movimentos (horizontais e verticais) com um único equipamento, a produtividade é maior, reduzindo o tempo de execução da obra. “As gruas em geral dão a obra a possibilidade de encurtar o cronograma, tornando o custo final do empreendimento mais barato”, garante Passini.

Para o diretor da Construservice, a produtividade alcançada é incomparável com qualquer outro equipamento da construção civil. “A instalação é fácil, você carrega e descarrega o material que está chegando com muita agilidade, porque você faz todos os movimentos simultâneos, ela transporta horizontal, vertical e girando ao mesmo tempo. Isso diminui o tempo e o custo indireto de uma obra”, avalia Muzzi.

Além disso, a utilização de gruas dispensa o uso de outros equipamentos. “Por exemplo, é possível reduzir a quantidade de elevadores, diminuir o frete horizontal e vertical. Assim, reduz também o número de pessoas envolvidas diretamente para fazer esse tipo de transporte”, detalha Muzzi, comentando ainda que dessa forma evita-se o desperdício de material por quebra durante o transporte.

 

Produtividade
O uso de gruas reduz o efetivo empregado e acelera a logística construtiva da obra – Divulgação Construservice

 

Outra vantagem das gruas é a segurança que o equipamento promove, pois conta com diversos dispositivos de segurança, como sensores de limite de carga, limite de giro, medição de vento, além de um painel que exibe todas as informações necessárias para o operador. As gruas incluem ainda inversores de frequência que evitam picos de energia na hora em que é acionada, pois trata-se de um equipamento elétrico.

Produtividade
Aldemir Nogueira Chelucci, da Ekipateck

No caso das minigruas, apesar de serem equipamentos diferentes, mas com aparência bem semelhante, também possuem facilidade de instalação e baixo nível de manutenção. “São equipamentos robustos e de fácil operação. Além disso, o uso da minigrua dispensa diversos tipos de equipamentos, tais como carregadeiras, guindastes, entre outros”, revela Aldemir Nogueira Chelucci, engenheiro industrial mecânico e coordenador de engenharia e responsável técnico da fabricante Ekipateck.

Segundo Chelucci, este equipamento é ainda mais econômico, tendo custo inferior ao das gruas. “O valor para locação das minigruas é muito inferior, além de possuir montagem/desmontagem e transporte muito mais simples, exigindo um caminhão pequeno e uma equipe reduzida para execução dos serviços”, ele completa.

 

Produtividade
Robustas, as minigruas são equipamentos de fácil operação – Divulgação Ekipateck

 

Custo x benefício

Produtividade
Grua é sustentável pois elimina o uso de equipamentos que emitem gases nocivos nas obras

 

De acordo com Muzzi, a utilização de gruas em uma obra vale a pena e atualmente os preços estão mais competitivos. “As empresas que já têm a cultura da utilização de gruas não abrem mão, as empresas que não utilizam são resistentes em relação ao custo. Quando elas fazem essa análise de custo elas consideram que está onerando em x reais por mês o fluxo de caixa da empresa, mas desconsideram o que tem de economia, que é o número de pessoas diretas, indiretas e a produtividade que se tem na obra, além da perda de material e risco de acidente”, declara ele.

Já com as minigruas, Chelucci conta que atualmente cerca de 40% das obras utilizam o equipamento. “A maior barreira é a falta de conhecimento do produto, pois após o convencimento do primeiro uso os clientes passam a incorporar o equipamento em todas as suas obras. Esse mercado ainda tem muito para crescer”, conclui o engenheiro.

 

Produtividade
Mercado de minigruas mostra-se bastante promissor – Divulgação Ekipateck

 






Verificar também

baterias

Baterias – Garantia de operação segura à noite e em dias nublados

Responsáveis pelo armazenamento de energia, baterias são essenciais nos sistemas isolados de energia solar fotovoltaica …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *