TEM NEWS

Rapidez e mecanização da varrição

rapidez
Varredeira IPC

Com maior eficiência e rapidez, varredeiras industriais podem substituir o trabalho manual de até oito pessoas

“Diga aonde você vai que eu vou varrendo”. Quem não se lembra de uma das músicas mais tocadas no fim dos anos 90, do grupo de pagode Molejo, que brincava e ao mesmo tempo mostrava o papel exercido por uma vassoura e uma pá. Pois bem, as varredeiras industriais executam este mesmo papel – apesar de ainda não terem uma música tão famosa quanto a “Dança da Vassoura”. Ainda assim, os equipamentos realizam a mesma operação com rapidez e produtividade muito maior.

Elas possuem diversas dimensões, específicas para variadas aplicações. As varredeiras podem ser de pequeno porte, para limpeza de calçadas e estacionamentos, a máquinas dirigíveis com alimentação a diesel ou a gás liquefeito de petróleo (GLP), com mais de 2 m de largura de varrição.

 

rapidez
Antonio Luis Francisco – ABRALIMP

“Quanto maior a área a ser limpa, maior a vantagem da varredeira. O usuário ganha em rapidez”, comenta Antônio Luis Francisco (PJ), diretor da Câmara Setorial de Máquinas da Associação Brasileira do Mercado Limpeza Profissional (Abralimp).

O equipamento, no entanto, não deve ser confundido com as chamadas “varredeiras urbanas” ou “varredeiras de rua”, que são geralmente grandes caminhões com sistema de aspiração muito mais intensa. “Existe também um tipo de equipamento diferente, a varredeira-lavadora. É uma opção de produto que faz ambos os trabalhos, mas o objetivo final é diferente”, conta Francisco.

 

rapidez
Miguel Echeverria da IPC Brasil

Apesar da vasta gama de máquinas, há um fator em comum entre todas. “Todas as varredeiras precisam ser acompanhadas por um operador. As versões menores são do tipo pedestre, com o operador caminhando e guiando a máquina sem fazer esforço. As maiores são do tipo homem-a-bordo, em que o operador dirige a máquina, incluindo versões com direção hidráulica e ar condicionado”, relata Miguel Echeverria, diretor da IPC Brasil.

Os modelos possuem diferentes projetos e dependem do tipo de limpeza e do local para o qual foram desenhados. Alguns podem ter maior rapidez na execução do que outros. Os equipamentos também podem ter tração em duas rodas traseiras ou apenas em uma roda dianteira, garantidas ambas por um motor independente. A tração traseira facilita manobras em pequenos corredores, enquanto a tração dianteira pode ser ideal para áreas externas.

 

Vantagens das varredeiras industriais

 

rapidez
Varredeira industrial 510M do tipo manual, da IPC Brasil

 

As varredeiras industriais representam menor esforço físico exigido dos profissionais. Traduzem a economia de força do trabalho humano. Existem equipamentos de médio porte que podem substituir o trabalho manual de aproximadamente sete ou oito pessoas, o que traz muito mais rapidez à limpeza.

“Em indústrias de médio a grande porte, cerca de 50% do tempo de manutenção é destinado à varrição. A redução é considerável, pois em torno de 80% do custo que se tem com limpeza está relacionado à mão-de-obra”, detalha Francisco.

Dependendo das especificações técnicas, o equipamento pode ter ou não o aspirador integrado. Além da rapidez, aquelas que possuem o aspirador têm outro ponto positivo em termos sustentáveis. “Com o sistema de aspiração integrado, as varredeiras limpam melhor e evitam a dispersão da poeira – na varrição tradicional com vassoura, a poeira vira uma nuvem que logo depois se deposita no piso novamente”, diz Echeverria.

 

rapidez
Desenho da varredeira 1050, da IPC Brasil

 

“Com o sistema de aspiração, elas podem recolher poeira, areia e terra do piso. Para resíduos maiores há um flap que permite o recolhimento. Fios, arames e barbantes devem ser retirados manualmente do piso pois podem enroscar na escova principal e diminuir a eficiência da limpeza, além de danificar o equipamento”, complementa.

Além disso, o que garante a rapidez em grande parte das varredeiras industriais é o fato de serem movidas a baterias, que reduzem a emissão de CO2. As versões com motor à combustão são ainda capazes de funcionar até 5 horas com um tanque de 10 litros de diesel.

No caso da IPC Brasil, seu maior destaque sustentável é o modelo 1050DP (Dual Power). Pode ser usada tanto para limpeza interna quanto externa, uma vez que é alimentada tanto por baterias quanto por gasolina. Enquanto o operador limpa a área externa, o motor à combustão recarrega as baterias GEL – sem necessidade de manutenção. Elas garantem mais 1h30 de autonomia, apenas com eletricidade, para a limpeza interna de barracões e fábricas.

 

Quer se manter informado sobre outros projetos, tecnologias e eventos para construção sustentável? Assine o nosso boletim informativo!

Verificar também

Controladores

Controladores de carga, o meio-campo da voltagem nas baterias

Com a função de evitar sobrecargas e descargas excessivas, controladores preservam e prolongam vida útil …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *