TEM NEWS

Semana das Tecnologias Integradas destacou a importância da mobilidade humana, da sustentabilidade ambiental e da retomada da construção

VivaCidade - Foto: Marcelo Vigneron
VivaCidade – Foto: Marcelo Vigneron

Com a participação de público qualificado, o evento teve como destaque o Programa VivaCidade e a exposição de novas tecnologias, soluções e produtos para construção, meio ambiente e equipamentos

A Semana das Tecnologias Integradas para Construção, Meio Ambiente e Equipamentos, realizada de 7 a 9 de junho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, colocou em evidência três assuntos relevantes para a sociedade brasileira: a mobilidade humana para a convivência harmônica entre pedestres, ciclistas, pessoas com deficiência e os veículos, a sustentabilidade ambiental como prioridade em todas as atividades da economia, e os investimentos no setor da contrução para a retomada do emprego e de um novo ciclo de crescimento. 

Segundo Afonso Mamede, presidente da Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração (Sobratema), idealizadora do evento, o Brasil passa por uma situação bastante desafiadora, que exige muito empenho e trabalho de toda a cadeia produtiva para manutenção do que já foi conquistado. “No entanto, nosso papel como entidade setorial é estimular ainda mais todos os agentes – governo, empresas e sociedade –, apresentando as demandas e sugerindo soluções para melhorar o contexto atual”, explicou. 

Composta pelas mais importantes feiras das áreas de construção, meio ambiente e equipamentos: BW Expo 2017 – Feira de Serviços e Tecnologias para Gestão Sustentável de Água, Resíduos, Ar e Energia, Construction Expo 2017 – Feira Internacional de Edificações e Obras de Infraestrutura – Serviços, Materiais e Equipamentos, M&T Peças e Serviços 2017 – Feira e Congresso de Tecnologia e Gestão de Equipamentos para Construção e Mineração, e também, com o Sobratema Summit 2017, maior evento de conteúdo desses segmentos no país, a Semana das Tecnologias Integradas contou com a participação de 122 expositores nacionais e internacionais, vindos de nove países – Alemanha, Argentina, Canadá, China, Espanha, Estados Unidos, Israel, Peru e Reino Unido. 

 

Afonso Mamede Presidente da SOBRATEMA - Divulgação
Afonso Mamede Presidente da SOBRATEMA – Divulgação

“Nós tivemos um ano difícil e de muito trabalho, em decorrência da conjuntura político-econômica, mas tivemos uma recompensa maior ao ver o pavilhão de exposições com um público excelente, formado por decisores de compra, por representantes de diversos segmentos e de órgãos públicos, por engenheiros, técnicos e projetistas, além de líderes governamentais e setoriais”, afirmou Mamede. “Soma-se a essa qualificação de visitantes, a resposta positiva dos expositores, que ressaltaram as novas oportunidades de mercado, de negócios e de relacionamento. Foi uma mostra compacta, mas muito expressiva, que movimentou esses três mercados”, acrescentou.  A Semana das Tecnologias Integradas atraiu um público de 6.882 profissionais e compradores altamente qualificados. 

Um dos destaques da Semana das Tecnologias Integradas foi a realização do Programa VivaCidade, por meio do Projeto Ruas Completas e da Praça da Acessiblidade. Em 456 m², os visitantes puderam passar por um recorte urbano, projetado e construído sob os conceitos de acessibilidade universal, que exemplifica que é possível uma convivência harmoniosa entre pedestres, ciclistas, ônibus e automóveis. A iniciativa é do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), em parceria com a Sobratema, a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e o WRI Brasil. 

 

Semana das Tecnologias Integradas Sobratema - Foto: Marcelo Vigneron
Semana das Tecnologias Integradas Sobratema – Foto: Marcelo Vigneron

 

A rua contou com o leito carroçável compartilhado por bicicletas e carros, com faixas específicas para ônibus. A convivência pacífica entre pedestres, ciclistas, ônibus e automóveis é possível pela baixa velocidade máxima permitida aos veículos, de 40 km/h, com ampla sinalização e outros elementos de projeto, como a iluminação, com foco nas calçadas e nos pedestres e piso podotátil, para orientação aos deficientes visuais. A drenagem dessa rua é feita por meio de biovaletas, também chamadas de “Jardim de Chuvas”, um canteiro que permite a passagem das águas pluviais. Nas laterais, fachadas cenográficas simularam lojas e espaços comerciais, todos com grande transparência e visibilidade, propiciando assim maior segurança mútua – aos pedestres e aos lojistas e à clientela. No final da rua foi montada uma praça de convivência, dotada de equipamentos urbanos que possibilitam o acesso de pessoas com deficiência. 

 

Visitantes e Expositores no VivaCidade - Foto: Marcelo Vigneron
Visitantes e Expositores no VivaCidade – Foto: Marcelo Vigneron

 

“O objetivo foi mostrar, em escala real, aos prefeitos e integrantes das administrações municipais e aos visitantes desse importante evento a possibilidade da convivência harmoniosa e segura decorrente de vias urbanas bem planejadas, em locais de comércio e com grande fluxo de pessoas”, afirma o presidente do Sinaenco, José Roberto Bernasconi, que lembrou ainda a como a Semana das Tecnologias pode simbolizar um momento de virada para a vida nacional. “O Brasil é muito maior do que qualquer crise”, frisou. “E a realização destas feiras é uma demonstração de coragem e competitividade da engenharia brasileira”. 

Além de apresentar a possibilidade de construção de uma rua acessível, sustentável e inclusiva, o Programa VivaCidade também trouxe diversas atividades de conteúdo, que abordaram temas relacionados aos projetos e, também, apresentações de atletas da seleção de basquete sobre rodas e de skate adaptado. 

 

Clique na imagem para ampliar

Outra atividade de conteúdo que também foi destaque na Semana das Tecnologias Integradas foi o espaço ITF Forum (Innovative Technological Forum) para difusão de conhecimento técnico sobre inovação, tecnologia, capacitação profissional, e-learning, plataformas online, sistemas arquitetônicos, oportunidades na área de guindastes, tecnologia para tratamento de efluentes, certificação ISO14001 e utilização de resíduos em asfalto. 

 

Sobratema Summit 

Sobratema Summit 2017 - Foto: Marcelo Vigneron
Sobratema Summit 2017 – Foto: Marcelo Vigneron

 

O presidente da Sobratema destacou, também, o sucesso do Sobratema Summit cuja programação contou com 16 atividades de conteúdo, incluindo seminários, workshops, congressos, fóruns e mesa redonda, proferidos por mais de setenta palestrantes do Brasil e do exterior (Estados Unidos e Europa). Foram mais de 870 participantes que assistiram uma programação ampla e abrangente, suscitando informações e debates sobre assuntos relacionados às áreas de infraestrutura, mobilidade humana, arquitetura, compliance, tratamento de resíduos, controle e gestão operacional de estações de tratamento de efluentes, rental, certificação, sustentabilidade, BIM, tecnologia para concreto, sistemas industrializados, geossintéticos, impermeabilização, distribuição, varejo e consumo de materiais para construção. 

“O Sobratema Summit foi uma verdadeira arena do conhecimento. Foram três dias de uma intensa troca de informações e de experiências sobre os mais relevantes assuntos que permeiam a cadeia da construção e a área do meio ambiente. Os participantes puderam conhecer “cases” bem sucedidos, ampliar seu conhecimento técnico com novos conceitos, tecnologias e diferentes tipos de aplicações que, certamente, vão contribuir para o aumento da produtividade, da eficiência e da rentabilidade nas obras e, ao mesmo tempo, trazer uma maior conscientização sobre a importância de priorizarmos a sustentabilidade ambiental”, finalizou Mamede. 

 

Vereador Police Neto conhece o projeto “Ruas Completas” 

Autor de vários projetos de caráter urbano, de inclusão e mobilidade – os mais recentes dos Estatutos do Ciclista e o do Pedestre –, o vereador José Police Neto (PSD-SP) visitou o evento para conhecer detalhes do projeto Ruas Completas e demonstrou grande interesse pela iniciativa, prometendo levá-la ao conhecimento das autoridades legislativas e executivas da Capital. Ele ressaltou que o projeto é de simples execução e disse ter o desafio de implantar um projeto dessa natureza defronte à Câmara Municipal, fazendo algumas adaptações em função das características da via local, para que sirva de referência para outros logradouros dos diversos bairros da Capital e de outras cidades. Ele acredita que o prefeito de São Paulo, João Doria, vai se interessar pela proposta, uma vez que é grande defensor do programa Calçada Nova, que poderia integrar o projeto Ruas Completas. 

 

Destaques dos expositores: público qualificado e prospecção de novos negócios 

Clique na imagem para ampliar

Os participantes da Semana das Tecnologias Integradas foram unânimes em ressaltar a qualificação do público que passou pelo evento e as oportunidades em entrar em novos mercados, em conquistar novos clientes e em alavancar futuros negócios. Veja, na sequência, o depoimento de algumas empresas que estiveram no São Paulo Expo: 

Fernando Hermann Wickert, diretor da ACO América do Sul

O evento nos surpreendeu positivamente, tivemos visitas de pessoas decisivas no mercado e já agendamos várias visitas pós-feira. Recebemos pessoas de todo o Brasil e também da América Latina; minha avaliação geral é positiva, nota dez. Os visitantes que mais se aproximaram de nós na feira foram gestores e diretores, também recebemos gerentes de projetos e gerentes de obra de diversas áreas, entre elas saneamento, construção pesada indústrias, principalmente de alimentos e bebidas.   

M.A. Galvão, diretor comercial da Astec do Brasil

Estamos satisfeitos com o resultado do evento. Tivemos uma boa audiência, encontramos clientes importantes. É um ambiente diferente, porque nós costumamos visitá-los em seus escritórios e é uma oportunidade de trazê-los para uma reunião. 

Carlos Arasanz Loeches, sócio diretor da Eurobras 

Estamos animados com os contatos que fizemos durante o evento, em especial entabulando negócios com construtoras para instalação de canteiros de obras. Recebemos muitos pedidos de informações sobre as casas de 14 a 28 metros destinadas ao lazer ou para formação de  vilas operárias dentro de propriedades agrícolas. 

Euler Miranda, diretor comercial da Fenix FPS

Foi uma grande oportunidade para apresentar aos locadores de máquinas, aos lojistas de peças, para os fabricantes de equipamentos, fornecedores e outros players do mercado a nossa empresa, que está entrando no mercado com uma proposta inovadora em termos de FPS. Para nós, foi um sucesso, valendo o investimento realizado. 

Marcos Rossi, representante comercial da Grimaldi

O evento foi excelente, com muitas prospecções e grandes expectativas de novos negócios. Estamos explorando um nicho bastante promissor, que é o da construção. Foi bastante interessante. O público era altamente qualificado, desde os formadores de opiniões, diretorias, profissionais que operam nosso equipamento, engenheiros de uma grande parte do Brasil. Foi uma feira voltada para fechamento de negócios. 

Luiz Ginefra Toni, diretor da Indeco Brasil

Apesar do momento de incerteza no país, o evento foi muito bom. Mantivemos contatos importantes, fizemos desenvolvimentos em nível estrutural da empresa, já que estamos nos implantando no Brasil agora, e tivemos um retorno além do esperado.  Em termos de visitação também fomos bem, o número de visitantes foi muito qualificado em poder de decisão e conhecimento técnico. 

Roberto Marques, diretor de Vendas da John Deere Construção e Florestal

O evento foi de grande importância para fortalecer estrategicamente a posição da John Deere no setor e reforçar para o segmento de construção as soluções integradas de manutenção e monitoramento remoto de frota. 

Arnoldo Anseloni Jr., sócio diretor da Keller Brasil

O evento foi interessante porque obtivemos alguns contatos promissores em nossa área de negócio, que é controle de água de ambiente subterrâneo, e de efluentes. Passaram por nosso estande empresas de saneamento, como a SABESP e do DAE, e, também alguns fabricantes de equipamentos que utilizam esse tipo de produto. 

Fábio Eduardo de Oliveira, gerente da divisão Ambiental da Krieger/Huning

Para nós foi uma surpresa; é a primeira vez que participamos e encontramos um público diferente do que temos o costume de contatar. As pessoas com as quais conversamos mostraram interesse verdadeiro na aplicação do nosso sistema. Planejamos voltar, se as condições econômicas do país permitirem. 

Leandro Veiga, diretor comercial da Laguna Pneus

Em nosso estande, passaram vários clientes importantes – grandes revendas, construtoras, mineradoras e indústria –, assim como novos clientes. Um fator que nos surpreendeu foi receber a visita de profissionais de várias partes do país, como Nordeste, Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro. 

Thiago Romanelli, coordenador de vendas nacional e internacional da Romanelli

Estamos passando por um momento complicado, mas o evento foi muito bom, melhor do que esperávamos. Participamos com dois lançamentos, que chamaram a atenção dos visitantes. O que nos deixou extremamente contentes neste evento foi a qualidade do público, formado por pessoas interessadas em conhecer novidades e pelo alto escalão de grandes empresas. 

Suzanne Darie, gerente de comunicação e marketing da Volvo CE e da SDLG

A tecnologia está no DNA do Grupo Volvo e tem sido extremamente importante para o crescimento da empresa ao longo do tempo. Entendemos que a inovação constante e o emprego de novas tecnologias são duas peças-chave para atender as demandas cada vez maiores dos clientes num mercado cada vez mais competitivo. Aprofundar o conhecimento e difundir novas tecnologias contribui para que todos os participantes da cadeia da construção entendam melhor essa nova realidade e enfrentem os desafios que temos agora e no futuro. 

Rafael Bazzarella, gerente de vendas da Skyjack

O evento superou nossa expectativa. Sabemos que o mercado está parado, mas as pessoas que passaram em nosso estande estão otimistas na melhora do setor. O volume de clientes qualificados foi muito bom. Vieram locadoras do Nordeste, do Sul e do interior de São Paulo. Além de nossos clientes, recebemos muitas locadoras novas interessadas em entrar na área de plataforma. 

Juliano Lages, comercial da SuperBull

Apesar de trabalharmos com a linha de equipamentos leves, decidimos participar do evento para conhecer o público da linha pesada e saber como seria essa recepção. E, foi uma participação positiva no sentido de ter feito alguns contatos que possibilitam um estudo para entrar neste nicho de mercado, o que significa que podem surgir negócios futuros. 

Ricardo Beilke, gerente da área de serviços da Terex Latin America

Viemos para mostrar nossas ferramentas de pós-venda e conseguimos alcançar sucesso. O evento conseguiu mostrar para o mercado quais as empresas que, mesmo com a crise, continuam investindo e apostando no País. Recebemos em nosso estande construtores e locadores de máquinas e equipamentos, ou seja, pessoas intimamente ligadas ao segmento. 

 

 

Quer se manter informado sobre outros projetos, tecnologias e eventos para construção sustentável? Assine o nosso boletim informativo!

Verificar também

Brasil

GBC Brasil lança a segunda versão da certificação para casas e condomínios

A certificação será oferecida no Brasil em duas versões, uma para casas e outra para …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *