TEM NEWS

Tecnologia da informação a serviço da ampliação de negócios na construção

tecnologia da informação
Abertura da Oficina de Tecnologia da Informação

No dia 20/09/17, oito palestrantes, um mediador e 161 profissionais da cadeia produtiva da construção participaram da 3ª oficina temática do ano promovida pelo EnRedes, sob o título de “ Tecnologia da Informação: para otimizar, integrar e impulsionar os negócios da construção ”

Tecnologia da informação tem tudo a ver com a própria existência do portal TEM Sustentável, que sendo um veículo de comunicação 100% digital, não poderia deixar de apoiar e promover mais uma bela iniciativa do CTE – Centro de Tecnologia de Edificações neste campo, através da EnRedes, a sua unidade especial para desenvolvimento de redes relacionamento entre empresas e os vários segmentos da construção, difundindo conhecimento, experiências, possibilidade de novos negócios através do desenvolvimento de cadeias produtivas e sustentáveis.

 

Roberto de Souza, presidente do CTE

O anfitrião Roberto de Souza, presidente do CTE, abriu o evento dando boas-vindas ao público presente, apresentando um pouco dos 27 anos de serviços prestados ao setor da construção e dando um panorama do que todos teriam à disposição a seguir, para o enriquecimento de seus conceitos sobre a tecnologia da informação. Em seguida deu-se início ao primeiro painel de palestras, focado em novos conteúdos, conceitos e ferramentas que impactam na nova revolução digital no mercado e na sociedade.

 

Francisco Milagres, da Mirach

Francisco Milagres trouxe conceitos e cases de organizações que se propuseram às disrupturas, ou mesmo reinventaram seus mercados, subvertendo completamente suas estruturas e status quo. Com seus novos modelos sustentados pelo emprego de recursos de captura e gestão de abundância, são consideradas Organizações Exponenciais (EXOs), e, neste sentido, o palestrante tratou de estudos do impacto das tecnologias exponenciais.

 

Eduardo Fonseca, da WCK

Eduardo Fonseca apresentou um panorama de como os brasileiros acessam e lidam com as tecnologias digitais, além dos caminhos de decisão de compras via internet e dispositivos. Traçando paralelos com o comportamento do consumidor na aquisição de imóveis, alertou o setor da construção para o momento atual e como essa performance digital pode ser entendida e explorada, enfatizando o princípio do Inbound Marketing, que direciona conteúdos relevantes aos seus potenciais clientes.

 

Cristina Della Penna, da Neoway

Cristina Della Penna abordou, no mundo digital, a eficiência operacional do Big Data para identificar clientes (quem é, como está e como se comporta), de modo que se possa, através do levantamento de dados, do conhecimento de comportamentos e fatos, criar conteúdos e ofertas direcionadas.  Apresentando cases, com identificação de problemas, demonstrou a amplitude de soluções e resultados com o uso do Big Data.

 

Ana Cecília Ribeiro, da Autodoc

Ana Cecília Ribeiro posicionou os conceitos sobre IoT (Internet das Coisas), analisando cruzamento de dados e informações via a imensa quantidade de dispositivos conectados em todo o mundo e no Brasil. Trouxe vários cases na construção civil, como o uso de sensores IoT para os mais variados monitoramentos de edificações, além do IoT para os usuários de imóveis, Facility Management, controle de custos de energia, BIM Asset, controle de acesso em canteiros, compliance de documentação legal e fiscal, entre outros.

 

 

tecnologia da informação
Participantes do primeiro painel do dia junto ao mediador Roberto de Souza

 

Clique na galeria para ampliar

O segundo painel trouxe apresentações curtas sobre inovações dos sistemas de gestão mais utilizados pelas empresas da construção, que sustentaram a mesa redonda sobre o quanto esses sistemas digitais podem contribuir para integrar processos, alavancar a produtividade e eficiência na construção, e ainda agilizar redes e efetivar negócios em várias frentes.

 

José Pires Alvim, da Ação Sistemas

José Pires Alvim comentou sobre novas abordagens do Sistema Navis com relação à conectividade, funcionalidades e integração com outros sistemas que se referem à gestão de projetos em diferentes fases.

 

Marcelo Xavier, da Globaltec

Marcelo Xavier apresentou as inovações constantes do Sistema UAU, entre elas a modelagem BIM do empreendimento, o sistema de InfoShare e de auditoria digital, além da mobilidade de seus aplicativos.

 

Marcus Anselmo, da Softplan

Marcus Anselmo demonstrou a evolução do Sistema Sienge, de um software de custo para a uma rede de criação de valores de transação na construção, chegando hoje a uma plataforma Buildin Conector, que propicia também redes de negócios.

 

Marcos Malagola, da Mega Sistemas

Marcos Malagola apontou os pilares de desenvolvimento das tecnologias da Mega Sistemas, apostando no BIM, IoT, Big Data, para auxiliar a construção e Engenharia no controle de seus processos de forma customizada.

 

 

tecnologia da informação
Participantes do segundo painel, com Roberto de Souza

 

Clique na galeria para ampliar

A Oficina de Tecnologia da Informação do EnRedes foi mais uma vez, como nas outras já realizadas em 2017, um encontro para troca de experiências, num ambiente informal e plenamente acessível a todos os participantes, facilitando grandemente o networking e propiciando, acima de tudo, uma nova visão que aponta cada vez mais para o alinhamento e consolidação de uma cultura digital na construção, neste momento, mostrando que o futuro já é aqui e agora.

 

Fonte: EnRedes / CTE / Assessoria de imprensa – O Nome da Rosa

 

Fique informado sobre as novidades aqui do portal. Assine.


 

Verificar também

Sobratema Summit

Sobratema Summit 2017 está com as inscrições abertas

Programação do maior evento de conteúdo do mercado de construção e de meio ambiente contará …

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *